domingo, 10 de maio de 2009

MINISTRO TARSO GENRO DIZ QUE REFORMA POLÍTICA SERÁ APROVADA ATÉ SETEMBRO



O ministro Tarso Genro (Justiça) afirmou nesta quinta-feira acreditar que a proposta de reforma política apresentada na Câmara tem boas possibilidades de ser votada até setembro deste ano. Segundo o ministro, caso fosse votada hoje, as propostas sobre o financiamento público de campanha e o voto em lista fechada receberiam em torno de 300 votos.
Em fevereiro deste ano, Tarso e o ministro José Múcio Monteiro (Relações Institucionais) entregaram ao Congresso a proposta do governo para a reforma política, que reúne seis projetos de lei e uma PEC (proposta de emenda constitucional) a serem analisadas pelo Legislativo.
"O objetivo é combater a corrupção e as estruturas institucionais que as facilitam. Os partidos serão fortalecidos e haverá mais isonomia nas campanhas, com recursos financeiros menos díspares e gastos reduzidos", afirmou Tarso nesta quinta-feira, em evento na Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul, segundo sua assessoria.
Ontem, o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), afirmou que a proposta em discussão no Congresso pode passar a valer apenas em 2014. Na avaliação de Temer, partidos e parlamentares são resistentes em aprovar mudanças para se aplicar na eleição seguinte.
Temer afirma que com o chamado fatiamento da reforma --que trata de forma isolada os pontos que devem sofrer alteração no sistema eleitoral-- há temas que podem ganhar contornos oficiais ainda neste ano. Um deles seria o chamado financiamento público de campo.

Fonte: FOLHA ON LINE