sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

PEC 300: marcha nacional até Brasília

Os deputados que compõem a frente parlamentar em defesa dos policiais militares e bombeiros estão percorrendo, durante o período de recesso, todos os estados brasileiros de modo a se criar uma mobilização nacional que possibilitará a ida até o Congresso Nacional de milhares de bombeiros e policiais para que se exerça a devida pressão aos parlamentares durante a votação da PEC 300 que ocorrerá, ou entre os dias 3 e 4, ou entre os dias 10 e 11 de fevereiro.

No ano passado, as PEC que foram votadas, principalmente as que se tratavam de pisos salariais, contaram com a presença maciça dos trabalhadores respectivos, a exemplo da PEC do piso dos agentes comunitários de saúde.

O Deputado Capitão Assumção está peregrinando no Espírito Santo, pelos batalhões de polícia militar e corpo de bombeiros, companhias independentes e destacadas, pelotões e destacamentos, pedindo aos companheiros que também prossigam em caravanas nesses dias, até Brasília.

Não podemos esmorecer. Nesse estágio, é fundamental a presença do maior número de policiais e bombeiros no Congresso. Sem pressão, teremos dificuldade em passar o piso salarial nacional.

Ninguém terá coragem de votar contra a nossa categoria se a Câmara dos Deputados estiver lotada de policiais e bombeiros.

Esse sacrifício não será em vão. Está previsto para sair dos quartéis do Espírito Santo, em direção ao Congresso Nacional, pelo menos 10 ônibus, com tendência a aumentar a quantidade de veículos. Os capixabas estão fazendo a sua parte.
Só descansaremos quando a PEC 300 for aprovada. Queremos o valor do piso salarial nacional constando no texto constitucional.

já estivemos em Ponto Belo, Mucurici, Montanha, Pinheiros, Pedro Canário, Braço do Rio, Boa Esperança, Nova Venécia, Vila Pavão, Água Doce do Norte, Barra de São Francisco, Mantenópolis, Alto Rio Novo, Pancas, São Gabriel da Palha e Vila Valério.

Temos previsão de, até o final do recesso percorrermos todos os municípios do Espírito Santo, indo em todos os lugares onde encontrarmos companheiros nossos, divulgando essa grande marcha nacional em direção à Vitória da PEC 300, no Congresso Nacional.

Chega de enganação.

Uma revista semanal registrou na última semana do ano de 2009 que o impacto a ser causado com a implementação da emenda 300, anualmente, será de 3 bilhões e 500 milhões de reais, avaliação feito por uma empresa de consultoria renomada.

Para se ter idéia de que esse montante é insignificante, o Ministério da Educação joga pelo ralo, anualmente, 15 bilhões e 100 milhões de reais em política inadequada de repetência e evasão escolar. No final do ano, a União colocou dentro do BNDES, 90 bilhões de reais para ser entregue de mão beijada às empresas privadas.

E nós, guardiões da paz. É só porrada?????

Queremos nossa dignidade.

Saímos diariamente às ruas gerenciando conflito o tempo todo. Vocês já perceberam que graças à nossa atividade de gerenciamento de conflito, contribuímos sobremaneira para que o número de novos criminosos não suba estratosfericamente???

A cada conflito debelado, tiramos a potencialidade de geração de um novo criminoso para a sociedade.

E o que ganhamos em troca??? Migalhas!!!

O reconhecimento tem que vir agora. Chega dessa conversa fiada de bolsa enganação.

Queremos a aprovação da PEC 300 na Câmara e no Senado.

Fonte: Capitão Assumção.