terça-feira, 29 de junho de 2010

Renaesp, EAD e Treinasp são debatidas em curso de capacitação

Brasília, 29/06/2010 (MJ) – Profissionais da área de ensino das instituições de segurança pública estão reunidos desde esta segunda-feira (28) em Brasília para debater a qualificação das polícias das 12 cidades do Brasil que receberão os jogos da Copa do Mundo de 2014. Organizado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça, o evento reúne diretores de ensino, comandantes de academias e coordenadores pedagógicos das forças de segurança até a próxima sexta (02) na capital federal.

Entre os assuntos debatidos, já falou-se sobre a Rede Nacional de Altos Estudos em Segurança Pública (Renaesp), por exemplo. A rede é um projeto da Senasp em parceria com instituições de ensino superior para a promoção de cursos de pós-graduação em segurança pública. O objetivo é construir novos modelos de gestão para a área, com foco na cidadania e nos direitos humanos.

A ação teve início em 2005, com 22 cursos. Hoje, já são 72, que atendem policiais militares e bombeiros militares, policiais federais e rodoviários federais, policiais civis e guardas municipais, além da sociedade civil em geral.

Também foi debatida a Rede EAD, de educação a distância, que capacita os servidores da área de segurança pública em cursos a distância. A ação da Senasp conta atualmente com 257 telecentros e 435 mil policiais já capacitados.

Treinasp

Outra ação exposta foi o Centro Regional de Treinamento em Segurança Pública (Treinasp). Criado em dezembro de 2004, o centro é pólo de ações de formação continuada destinado aos docentes e dirigentes das organizações de segurança pública; núcleo de estudo e pesquisa aplicada aos processos de gestão e de ensino-aprendizagem na área de segurança pública e um instrumento para a elaboração e implementação de projetos e atividades em segurança cidadã, entre outras especificidades.

Fonte: MJ