quarta-feira, 21 de julho de 2010

Brasil deve gastar o dobro com segurança comparado à Copa da África

O governo federal começa a abrir os cofres para a Copa do Mundo de 2014. As 12 cidades-sede receberão R$ 1,6 bilhão para a compra de equipamentos e capacitação de policiais. O valor é o dobro do que custou a segurança da Copa deste ano na África do Sul - cerca de R$ 886 milhões -, informa a ONG Contas Abertas.

Mas até lá, não custa nada gastar os recursos neste ano de eleições. Por meio do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), o “PAC da Segurança”, o governo já desembolsou neste primeiro semestre R$ 620 milhões dos R$ 1,5 bilhão autorizados no orçamento deste ano - ou seja, 41% do previsto. Outras informações no site da ONG clicando aqui.

Fonte: Extra