segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

RJ: policiais receberão 'bônus' de R$ 500 após onda de violência

Policiais civis, militares e inspetores da administração penitenciária do Rio irão receber uma gratificação extraordinária de R$ 500 no dia 22 de dezembro. Segundo a assessoria de imprensa do governo do Estado, cerca de 43 mil profissionais receberão a quantia.

O valor é definido pela assessoria do governo do Estado como "um prêmio pelo esforço excepcional realizado pelos profissionais da área de Segurança Pública no combate à criminalidade". O decreto sobre o pagamento será publicado no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro de terça-feira.

O anúncio da gratificação ocorre 10 dias depois de o subsecretário de Segurança Pública do Rio, Edval Novaes, ter afirmado que os policiais civis e militares terão um aumento de 70% em seus salários nos próximos três anos. Na ocasião, o Novaes também disse que a onda de violência que começou no dia 21 de novembro na capital carioca é uma retaliação contra as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). "Quanto mais UPPs são instaladas, menos espaço eles (os traficantes) têm".

Violência no Rio

O Complexo do Alemão está ocupado pelas forças de segurança desde o dia 28 de novembro. A tomada do local aconteceu praticamente sem resistência numa ação conjunta da Polícia Militar, Civil, Federal e Forças Armadas. A polícia investiga uma possível fuga de traficantes pela tubulação de esgoto do Alemão antes dos policiais subirem o morro. Na quinta, 25 de novembro, a polícia assumiu o comando da Vila Cruzeiro, na Penha. Ambos dominados, até então, pela facção criminosa Comando Vermelho. As ações foram uma resposta do Estado a uma série de ataques, que começou na tarde do dia 21 de novembro. Em uma semana, pelo menos 39 pessoas morreram e mais de 180 veículos foram incendiados por criminosos nas ruas do Rio de Janeiro.

Fonte: JB