quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

PMs sem bolsa-formação: MPF cobra explicações da Secretaria Executiva do Pronasci

Graças a iniciativa da Associação Pernambucana dos Cabos e Soldados (ACS – PE) e o coordenador Renílson Bezerra, o Ministério Público Federal (através da procuradora da República Carolina de Gusmão Furtado) acaba de determinar que a Secretaria – Executiva do PRONASCI se manifeste sobre a representação da ACS – PE e explique todos os requisitos exigidos para a inclusão dos militares estaduais no bolsa formação. O pedido da ACS-PE foi transformado em processo.

A procuradora tomou tal decisão, após avaliar o requerimento formulado pela ACS – PE. A entidade solicita a intervenção do Ministério Público Federal no sentido de permitir a participação de policiais e bombeiros militares que estão respondendo a inquéritos administrativos, sindicâncias, punições administrativa graves, e inquéritos policiais militares, em cursos de capacitação e, consequentemente, na percepção do bolsa formação.

Fonte: Blog do Lomeu