sábado, 7 de maio de 2011

Corte nas verbas do PRONASCI coloca policiais do Rio em estado de alerta

Por conta dos cortes no Orçamento da União, o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), do MInistério da Justiça, está sofrendo uma redução de 47%. É com verba do PRONASCI que o governo do Estado paga as gratificações aos policiais que trabalham nas UPPs. Também serão atingidos o Bolsa-Formação que dava mais R$ 400 por mês aos policiais que fizessem cursos de aperfeiçoamento e o programa Mulheres de Paz, criado pelo governo federal, que concedia uma ajuda a mulheres de comunidades carentes para atuarem como agentes comunitárias junto aos jovens.

Além disso, iria começar a ser pago este ano o Bolsa-Olímpica para policiais que seriam preparados para a segurança da Copa e das Olimpíadas, mas o programa foi adiado por falta de verba.

E agora Cabral? E agora Beltrame? Cabral deu um aumento miserável parcelado em 48 meses para os policiais e bombeiros. O que tem segurado nos últimos dois anos a revolta dos policiais têm sido essas bolsas e gratificações pagas pelo governo federal. Agora com os cortes a situação vai esquentar. Associações de policiais já estão em estado de alerta para ver o que vai acontecer daqui pra a frente. Mas podem estar certos que Cabral vai ter que coçar o bolso.

Fonte: Blog do Garotinho