terça-feira, 16 de agosto de 2011

O que Dilma quer em troca das emendas

Se tudo acontecer como o governo planeja, a liberação de cerca 4 bilhões de reais em emendas parlamentares deve garantir-lhe as seguintes barganhas no Congresso:

1) A aprovação da DRU, a Desvinculação das Receitas da União, que permite ao governo gastar como bem quer 20% do orçamento. Dilma quer que a aprovação valha para até o final de seu mandato, em 2014.

2) A aprovação do marco legal da recém lançada política industrial

3) A não votação de aumentos de gastos contidos na PEC 300, que aumenta o piso de policiais e bombeiros, da emenda 29, que fixa gastos mínimos para a saúde, e do aumento de salário pedido pelo Poder Judiciário.

O governo promete para amanhã o cronograma de liberação de emendas, com desembolsos imediatos de 150 milhões de reais durante a semana e mais 1 bilhão até o final de setembro.

Fonte: Exame