quinta-feira, 1 de setembro de 2011

O movimento não parou !!!!!

Boa noite a todos, cheguei em casa hoje a noite, 31/08/2011 e resolvi escrever este texto como desabafo;

Senhores(a) fui para ALERJ E LÁ PERNOITEI, levei uma pequena barraca e um colchonete, a minha expectativa era de encontrar na ALERJ pelo menos 3.000 BOMBEIROS, o que não aconteceu,não devia ter 1.000 BOMBEIROS na ALERJ e isso é lamentável, porque todos nós, OFICIAIS e PRAÇAS devemos estar unidos nessa causa, não podemos deixar a nossa luta enfraquecer e perder o bonde da historia. Durante toda semana recebi várias queixas por telefone, e na ALERJ não foi diferente, as reclamações eram as mesmas, os serviços dos que trabalham no expediente administrativo (um plantão por semana), esses mesmos que reclamam desta escala não compareceram, e os que compareceram não PERNOITARAM NA ALERJ, vejo que esses só querem colher os frutos do movimento, mais não querem plantar e se sacrificarem na luta.
Existe outro fato que observo no movimento, a grande maioria NÃO COMPARECEM em nossos atos, e querem ainda ficar dando opiniões como se fossem verdadeiros estrategistas, e ainda se comportam como os GENERAIS que decidem o plano de GUERRA, e que não se faz necessário a sua presença nos campos de batalhas. Somos aproximadamente 16.000 BOMBEIROS, e ainda existem os INATIVOS, REFORMADOS E AS PENSIONITAS, e uma das nossas exigencias, e que o movimento e enfatiza e se preocupa muito, é o fim das GRATIFICAÇÕES que não os contemplam .
Outro fato que todos devem ficarem atentos, é que a nossa anistia criminal ainda não aconteceu, e o GOVERNO está fazendo de tudo e planejando para que nós BOMBEIROS, demos um passo errado, e isso significaria o fim do movimento, e pegunto agora a vocês ! Se os líderes forem presos outra vez, surgirão novos líderes ? E se nos expulsarem das fileiras do cbmerj, a tropa continuaria o movimento e absorveria as nossas necessidades e nos manteriam financeiramente ? Por tudo isso tenham paciência e confiem na liderança e na nossa vitória, e junte se também aos OFICIAIS E PRAÇAS que estão no movimento SOS BOMBEIROS.

Palavras(conselhos)do coronel acessor de comunicações:

O assessor chefe da Comunicação Social dos Bombeiros, coronel Hélio Oliveira, considerou normal a nova mobilização de parte da tropa, mas ressaltou que as reivindicações devem ser feitas “sem tumulto e dentro da ordem”. Segundo ele, as negociações com o comando da corporação prosseguem e atualmente os militares que têm mais de três anos de incorporação já ganham mais de R$ 2 mil, incluindo no cálculo uma gratificação de R$ 350 e os R$ 100 do vale-transporte.

1° Sgt.BM Valdelei Duarte.


JUNTOS SOMOS FORTES.